.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. As daphnias e os fungos

.arquivos

. Março 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quinta-feira, 26 de Março de 2009

As daphnias e os fungos

 

Vamos fazer um Blog sobre o efeito de fungos vulgares sobre as Daphnias.

  

Os alunos do Clube de Ciências da EB 2,3 " A Ribeirinha" desenvolveram um projecto sobre "o efeito dos fungos  nas Daphnias" 

 

 

 

 

Problema 

Qual será o efeito do Bolor do pão e do Bolor do Limão no batimento cardiaco das "desgraçadas" das Daphnias? 

 

Hipótese:

 

Serão alucinogénicos? Serão estimulantes? Serão depressores? ou Serão fatais?

 

Resposta

Para dar resposta a este problema andamos a pesquisar (curiosidades) e a preparar uma actividade experimental.

 

Introdução 

 

Sabe-se que muitos fungos vulgares, contém substâncias que alteram o comportamento fisiológico de alguns animais/humanos.

No desenvolvimento desta actividade experimental pretende-se  testar diferentes soluções de fungos do limão (Penicillium) e do pão (Rhizopus) na variação do ritmo cardíaco da Daphnia magna .

Daphnia é um excelente modelo biológico para testar as soluções de fungos (drogas), porque neste crustáceo é possível visualizar os seus órgãos internos (coração) no M.O.C.

Sabe-se que na Daphnia o ritmo cardíaco é afectado por drogas do mesmo modo que nos Humanos.

 

 

 Actividade experimental

Parte I

Coloca-se ao ar durante algumas semanas um pedaço de pão e de limão.

Ao fim de algumas semanas irás observar bolor no pão e no limão.

 

Ver material necessário

 

PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

 Com os fungos irá fazer-se uma infusão:

1.       Fungos do pão, e do limão

2.       Vai-se macerar estes fungos separadamente, num almofariz

3.       Adicionar 100ml de água destilada para cada um dos macerados efectuados (penicilium-bolor do limão, rizopidus-bolor do pão)

4.       Depois filtrar, num funil com papel de filtrar

5.       A um dos preparados do bolor de limão (penicilium), vai se retirar parte da solução para ser fervida, outro pequena porção vai ser colocada numa placa de petri e sujeita durante 24h de radiações UV

6.       Identifique cada um dos matrazes e tapa –os

7.       Posteriormente irá ser administrado á dáfnia.(ver protocolo II -Segundo o protocolo do batimento cardíaco ;)

8.       Faz o mesmo procedimento para o bolor do pão.

 

Ver quadro sintese do procedimento experimental ...

 

 

 

 

 Resultados  

 Depois de desenvolvida a actividade experimental obtivemos os seguintes resultados, que depois de tratados originaram gráficos.

 

 

 

Conclusão
 
 

Após a analise dos resultados experimentais, chegamos à conclusão que o efeito do bolor do pão e do bolor do limão pode ser estimulante ou depressor, dependendo da situação estudada.

 

Bibliografia

 

Outras actividades desenvolvidas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por daphnia-fungo às 02:51

link do post | comentar | favorito
|